NOTÍCIAS  >  NOTÍCIAS  >  Dia das Zonas Húmidas celebrado na Ribeira do Vascão
NOTÍCIAS

2016-02-06 17:37:37

Dia das Zonas Húmidas celebrado na Ribeira do Vascão

O Dia Mundial das Zonas Húmidas celebra-se a 2 de Fevereiro, comemorando a assinatura da Convenção de Ramsar, um tratado entre países de todo o mundo, adotado em 1971 na cidade iraniana que lhe deu o nome. Esta convenção tem o objetivo de proteger as zonas húmidas de importância internacional ameaçadas devido a atividades humanas.
 

A Ribeira do Vascão foi classificada como Sitio Ramsar em 2012, por ser o maior rio em Portugal sem interrupções artificiais, tal como represas ou reservatórios de água. Estando situada na região mediterrânica, suporta elevadas concentrações de espécies ameaçadas de peixes de água doce como o saramugo (Anaecypris hispanica), a enguia-europeia (Anguilla anguilla) e a lampreia-marinha (Petromyzon marinus).
 

Esta zona húmida assume ainda relevância na regulação de inundações e a sua vegetação ripícola contribui para a infiltração de água subterrânea e estabilização de diferentes processos hidrológicos.
 

Assim, para comemorar esta data, o Projeto LIFE Saramugo, organizou no dia 6 de Fevereiro de 2016, um passeio pedestre interpretativo ao longo da ribeira do Vascão (2km) e uma plantação de árvores e arbustos autóctones.
 

Nesta celebração participaram mais de 30 pessoas, curiosos e amantes da natureza, na sua maioria grandes admiradores da Ribeira do Vascão, que partilharam connosco as suas histórias e conhecimentos sobre esta ribeira.
 

Por outro lado, foi possível transmitir a importância da preservação das ribeiras bem conservadas, da flora a elas associada e da fauna nelas contida, onde se inclui o saramugo.
 

As várias conversas ao longo do passeio permitiram também debater as ameaças ao saramugo e as diversas ações previstas no projeto.
 

Com a ajuda dos participantes foi ainda possível fazer uma plantação de cerca de 21 plantas autóctones, entre loendros (Nerium oleander), freixos (Fraxinus angustifolia) e murtas (Myrtus communis) que servirão para criar sombra a uma futura área de lazer a ser implementada pelo Projeto LIFE Saramugo.
 

As Zonas Húmidas estão entre os ecossistemas mais produtivos e com maior diversidade biológica, constituindo um património natural, cultural, e paisagísticoúnico que devem ser protegidas. Cabe a cada um de nós contribuir para a sua conservação.

Top