NOTÍCIAS  >  NOTÍCIAS  >  Simpósio do LIFE Saramugo decorreu em Évora
NOTÍCIAS

2018-10-03 20:36:44

Simpósio do LIFE Saramugo decorreu em Évora

O Simpósio do Projeto LIFE Saramugo, intitulado “Simpósio para a Conservação de Peixes de Água Doce e Reabilitação de Habitats”, decorreu nos dias 27, 28 e 29 de setembro, no Colégio do Espírito Santo da Universidade de Évora, em Évora e contou com a presença de cerca de 80 participantes.
 


Nos dias 27 e 28 de setembro realizaram-se 4 sessões plenárias, que contaram com palestras de oradores internacionalmente reconhecidos a que se seguiram comunicações orais oriundas de participantes de diferentes países europeus (Portugal, Espanha, Inglaterra, Suécia e Estónia). Dos oradores convidados: Emili Berthou falou sobre o que se está a passar atualmente com as comunidades bióticas ribeirinhas e Rui Cortes deu o mote para a conservação e reabilitação de habitats ribeirinhos. Por sua vez, Jorg Freyhof apresentou quais os principais desafios para a conservação de espécies de peixes ameaçados num discurso otimista e encorajador, incentivando a todos os presentes a não desistir dos recursos naturais ameaçados e a dedicar mais tempo à sua conservação, aliada à investigação.

Este encontro permitiu ainda apresentar resultados alcançados no âmbito do LIFE Saramugo bem como a experiência adquirida na implementação de medidas concretas de gestão no terreno por forma a melhorar o habitat do saramugo e assim cumprir o principal objetivo do Projeto: melhorar a situação populacional desta espécie. Foi também uma oportunidade fulcral para divulgar o trabalho que a educação ambiental e a rede de custódia estão a desempenhar para aumentar o conhecimento público sobre esta espécie criticamente ameaçada.  No total a equipa do Projeto apresentou sete comunicações orais e quatro pósteres.



Na 4ª sessão plenária, dedicada a projetos LIFE foram apresentados dois projetos LIFE em curso em Portugal: LIFE INVASAQUA e LIFE AGUEDA. O primeiro, dedicado a aumentar a sensibilização do público em geral e stakeholders para os problemas das espécies exóticas invasoras nos ecossistemas aquáticos de água doce e estuarinos; o segundo, dirigido a ações de conservação e gestão para peixes migradores na bacia hidrográfica do Vouga. Esteve também presente, com um póster, o projeto LIFE for LASCA da Eslovénia, cujo intuito é conservar uma espécie de peixe extremamente ameaçada, o Protochondrostoma genei. Para além desses foi também apresentado o Projeto LIFE Charcos, que decorreu em Portugal na Costa Sudoeste, dirigido à conservação dos Charcos Temporários Mediterrânicos, um habitat prioritário que se encontra cada vez mais ameaçado devido à sua fragilidade ecológica e desconhecimento do seu valor natural.

O dia 29 de setembro foi dedicado a uma visita de campo à Ribeira do Vascão, no SIC do Guadiana. Neste local já ocorreram três intervenções do Projeto LIFE Saramugo, nomeadamente, o desassoreamento de um pego; a remoção de uma mancha de canavial, com subsequente estabilização de taludes e recuperação da vegetação ribeirinha; e ainda a instalação de uma área de lazer. Os participantes tiveram assim oportunidade de verificar e compreender intervenções realizadas para melhoria do habitat do Saramugo assim como observar alguma da biodiversidade que levou o Vascão a ser classificado como Sitio Ramsar em 2012.
 


Este evento proporcionou, desta forma, um fórum de oportunidades de trabalho em rede, compartilhando ideias, experiências e perspetivas entre projetos que já ocorreram ou estão a decorrer, assim como entre técnicos, cientistas e público em geral.


Já pode consultar aqui o livro de resumos do simpósio.

Top